17 maio 2007

Hélio Aroeira

Foto: Drica Del Nero




Por um milésimo de tempo
nossos olhares se fixaram
- pupilas congeladas no instante indizível
pude então penetrar naquele azul profundo
de um brilho ancestral na íris
de remota familiaridade
um olhar antigo
reconhecido num piscar de eras

almas gêmeas
forjadas no astral dos tempos

eternas, vigilantes
em todas as épocas.

2 Comments:

Blogger luizalbertomachado said...

Lindíssimo seu espaço, pessoamigalinda, maravilhoso! Vou indicá-lo nas minhas páginas.
Feliz aniversário.
Beijabrações
www.luizalbertomachado.com.br

01 junho, 2007 00:15  
Blogger Rômulo Ferreira said...

parabens, realmente tens boas palavras...
gosto da proposta ofertada!!!

aproveito o andar da carroagem e lhe indico o meu!
www.romulophereira.blogspot.com

(ps.: vc tem uma beleza rara,
diferente!)

03 junho, 2007 12:16  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home